Atendimento
(11) 4993-5400
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
1º ANO

DISCIPLINA

EMENTA

Relacionamento Interpessoal

A importância do ato de ouvir. Comunicação/Compreensão Humana. O modelo biomédico. Preconceito. A sexualidade humana. A primeira experiência com o paciente no ambiente hospitalar. Morte. Família. Dinâmicas de Grupo.

Legislação em Enfermagem

A legislação profissional em enfermagem vigente. Assistência de enfermagem calcada em conceitos legais da profissão.  Atribuições legais para o profissional Enfermeiro e equipe de enfermagem.

Bases Fundamentais da Enfermagem

Contexto da enfermagem em sua própria história. Desenvolvimento filosófico, científico e tecnológico da Enfermagem. Os fundamentos da Assistência de Enfermagem como base da profissão.

Anatomia

Estrutura constitucional do corpo humano. Compreensão do funcionamento do corpo humano e das doenças que acometem os sistemas. Inter-relação da anatomia à fisiologia e métodos terapêuticos.

Dinâmica do desenvolvimento humano

Principais conceitos da Psicologia. Fenômenos psicológicos comuns do desenvolvimento do homem e na prática profissional do Enfermeiro.

Sociologia e antropologia

Problematização sócio-cultural do processo saúde-doença e das práticas em saúde em seus aspectos estruturais e relacionais.

Bioquímica e Biofísica

Relação entre a estrutura físico-química de aminoácidos, proteínas, lipídios, carboidratos e outras moléculas biológicas e suas funções desempenhadas no organismo. Metabolismo celular energético humano. Vias principais de catabolismo e anabolismo.

Citologia, Embriologia e Genética

Morfologia celular e tecidual. Organização histológica dos órgãos e o seu desenvolvimento embrionário. Mecanismos histofuncionais e embrionários humanos normais e anormais. Mecanismos da hereditariedade e da estrutura dos cromossomos.

Metodologia de Pesquisa

Desenvolvimento da pesquisa científica visando à sedimentação dos conceitos que determinam a produção de conhecimento. Problematização e a pré-elaboração de projetos de pesquisa, valorizando a utilização de recursos bibliográficos e as várias modalidades e técnicas de pesquisa.

Introdução à microbiologia

Classificação morfológica, estrutura, nutrição e multiplicação de bactérias, vírus e fungos.

Introdução à Administração em Enfermagem

Processo de trabalho na saúde e a inserção da enfermagem. O Enfermeiro e a ciência da administração para gerenciar Unidades de Trabalho, bem como a assistência de enfermagem planejada, organizada e controlada.

Fenômeno das drogas lícitas e ilícitas

Diversidade cultural e histórica do uso e abuso drogas lícitas e ilícitas. Relação dos fatores políticos, econômicos, sociais, biológicos e jurídico-legais no uso individual e coletivo das drogas lícitas e ilícitas. Noções básicas de prevenção, tratamento e reinserção social do usuário de drogas lícitas e ilícitas.

Bioestatística

Noções básicas de bioestatística. Bioestatística aplicada às ciências da saúde. Análise estatística aplicada nos estudos científicos.

Introdução à Semiotécnica em Enfermagem

Noções básicas de semiotécnica de enfermagem. Procedimentos e intervenções sistematizadas  básicas de enfermagem.

Parasitologia

Ecologia aplicada à saúde humana. Relações entre o homem e os organismos parasitas. Estudo dos filos Protozoa, Platyhelmintdes, Nematdelmintes e Artdropoda. Biologia dos parasitas, suas relações com o hospedeiro, seu papel na patogênese das doenças parasitárias, os mecanismos de defesa do hospedeiro, os métodos de diagnóstico, a epidemiologia e a profilaxia das parasitoses.

Didática aplicada a Enfermagem

Conceitos e práticas didáticas que fundamentam o exercício do profissional enfermeiro em suas atividades educativas, apoiados por teorias de aprendizagem. O ensino tradicional, problematizador  e metodologias ativas para a educação de  adultos.O planejamento educacional e suas fases para o preparo do enfermeiro em atividades educativas.

Fisiologia

O estudo do funcionamento dos sistemas e órgãos do corpo humano. Sistema cardiovascular, sangüíneo, renal, respiratório, digestório, neurofisiologia, sistemas de regulação e  homeostase.

Bioética

Bioética em Enfermagem. Conceitos e aplicações para a atuação critico-reflexiva do Enfermeiro e sua equipe.

Epidemiologia

Fatores que determinam o processo saúde-doença, sua freqüência e distribuição em coletividades humanas. Perfil da morbimortalidade no Brasil e a utilidade da Epidemiologia no diagnóstico da situação de saúde de coletividades humanas. 

Saúde Ambiental

Relações existentes entre saúde, meio ambiente e desenvolvimento, em suas dimensões biológica e social. Impacto da atividade humana sobre o meio ambiente e deste sobre a saúde.

Saúde e Cidadania

Determinantes sociais da saúde e sua influência nas políticas públicas. Dispositivos internacionais e nacionais de direitos humanos. Estratégias de enfrentamento das iniqüidades.

Atividades complementares

Atividades complementares, extra e intramuros, que aproximam a teoria das disciplinas de Fenômeno das Drogas Lícitas e Ilícitas e Introdução à semiotécnica à realidade prática-acadêmica, como subsídio para o melhor aproveitamento das próprias e das demais disciplinas.

Optativa : Produção de textos

Técnicas para a prática de leitura e escrita. Produção e interpretação de textos.

Optativa: Dinâmica dos processos cognitivos

Leitura, interpretação, desenvolvimento de raciocínio lógico e crítico, organização de tempo e estudo.

 

 

2º ANO

DISCIPLINA

EMENTA

Bioquímica da Nutrição

Introdução ao estudo da nutrição. Noções sobre nutrientes. Carências nutricionais. Importância social da nutrição. Dietética. Dietoterapia. Assistência nutricional de enfermagem. Necessidades nutricionais de pacientes portadores de problemas digestórios, cardiovasculares, nefrológicos, ósteo-articulares e endócrinos. Necessidades nutricionais do recém-nato, a termo, prematuro, lactente, pré-escolar e do escolar sadios e dos portadores de algumas afecções genéticas do metabolismo, de problemas gastrointestinais e de portadores de má-nutrição protéico-calórica. Alimentação da gestante. Alimentação da lactante. Alimentação do idoso. Importância e atuação do enfermeiro na educação alimentar.

Farmacologia

Introdução ao estudo da Farmacologia. Farmacologia do Sistema Nervoso Autônomo e Central. Farmacologia dos Principais Órgãos e Sistemas.

Processos Patológicos

Evolução dos conceitos básicos da Patologia. Metodologia de estudo. Etiopatogenia. Alterações adaptativas. Lesões celulares reversíveis e irreversíveis. Alterações circulatórias. Respostas do organismo às agressões, inflamações, cura e reparo. Tuberculose, Hanseníase. Sífilis. Neoplasias.

Administração da Assistência de Enfermagem

Processos de trabalho da equipe de Enfermagem. Relações de poder na estrutura organizacional. Recursos necessários para a viabilização da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) como subsídio para o gerenciamento do cuidado.

Semiologia em Enfermagem

Avaliação do conjunto de sinais e/ou sintomas dos fenômenos clínicos. Instrumentos propedêuticos para a avaliação clínica de enfermagem. Tecnologias que favorecem o melhor direcionamento da análise de normalidades e anormalidades, encontradas nos indivíduos institucionalizados ou em tratamentos ambulatoriais, com vistas para área hospitalar ou de saúde coletiva. Avaliação crítica para a efetividade as ações e cuidados de enfermagem.

Semiotécnica de Enfermagem

Intervenções de enfermagem após a detecção de problemas, utilizando tecnologias em procedimentos planejados, organizados, coordenados e que proporcionem condições para uma avaliação crítica da efetividade do trabalho profissional. Sistematização de assistência de enfermagem, no atendimento ao cliente institucionalizado, no ambulatório ou em seu domicílio. Cuidados de enfermagem individualizados, com vistas tanto para cuidados paliativos quanto curativos.

Fisiologia aplicada

O estudo do funcionamento dos sistemas e órgãos do corpo humano. Sistema cardiovascular, sangüíneo, renal, respiratório, digestório, neurofisiologia, sistemas de regulação e  homeostase, dirigidos para a enfermagem

Farmacologia aplicada

Farmacologia da Inflamação, da dor, da coagulação. Interações Medicamentosas e Intoxicações exógenas

Microbiologia e imunologia

Células envolvidas na resposta imune. Componentes da resposta imune. Mecanismos Imunológicos básicos. Classificação morfológica, estrutura, nutrição e multiplicação de bactérias, fungos e características gerais dos vírus. Métodos de eliminação de microorganismos. Drogas antimicrobianas. Genética bacteriana e resistência às drogas antimicrobianas.

Enfermagem em Saúde Coletiva

Aspectos conceituais entre saúde coletiva e saúde pública. Reflexões acerca da Nova Saúde Pública. Abordagens sobre a História da Saúde Pública. Reforma sanitária no Brasil. Políticas Nacionais de Saúde Coletiva- SUS ( Sistema Único de Saúde). Modelos  técnico-assistenciais de políticas  de saúde. Organização dos serviços de saúde e programas de Saúde. A enfermagem no processo e produção de serviços de saúde. Sistema nacional de vigilância epidemiológica. Níveis de atenção à saúde. Papel do enfermeiro na assistência primária, secundária e terciária. Programa Nacional de Imunização. Perspectivas de atuação do enfermeiro em saúde coletiva - PSF;PID, Gestores de saúde.

Enfermagem em Saúde Mental

Introdução a Enfermagem em Saúde Mental - Aspectos psicossociais da Saúde Mental. Papel e campos de atuação da enfermeira em Saúde Mental. Considerações sobre a teoria de crise - Crises de desenvolvimento e Crises acidentais Assistência de  Enfermagem na crise.

Enfermagem na Saúde da Mulher

Assistência à Saúde da Mulher. Prevenção de doenças do aparelho reprodutor feminino. Métodos de intervenção diagnóstico-terapêutica, clínica e cirúrgica, à mulher em todo seu ciclo vital. Processo de enfermagem na saúde da mulher na atenção primária, secundária e terciária.

Optativa: Enfermagem em Cuidados Paliativos

História dos Cuidados Paliativos, Gestão em Saúde em Cuidados Paliativos, abordagem interdisciplinar, formas e técnicas para comunicação, dor e controle de sintomas, prevenção e controle de câncer no Brasil, conceituando os princípios da bioética na assistência paliativa.

Optativa: Enfermagem em Saúde Ocupacional

Assistência de enfermagem aplicada à Saúde Ocupacional. Desenvolvimento organizacional e técnico do planejamento em Saúde Ocupacional.

Enfermagem em Doenças Transmissíveis

Sistematização da assistência de enfermagem a pacientes com doenças transmissíveis e sexualmente transmissíveis. Integra conceitos de saúde e aspectos gerais da doença. Etiologia, epidemiologia, meios de transmissão, medidas profiláticas, diagnóstico médico, diagnóstico de enfermagem, tratamento, reação do sistema imunológico frente a ação dos agentes ou fatores causadores da doença e plano individualizado de assistência. Estudo do ser humano com doenças transmissíveis institucionalizado ou atendido nas unidades básicas de saúde.

 

 

3º ANO

DISCIPLINA

EMENTA

Enfermagem na Saúde da Criança e Adolescente 

Evolução da enfermagem pediátrica, sua situação e vulnerabilidade do ponto de vista epidemiológico e social. Estatuto da Criança. Crescimento e desenvolvimento da criança e todas as peculiaridades que a envolve entre características físicas, psicomotoras e comportamentais. Avaliação da criança e adolescente usando a SAE em todas as etapas. Prevenção de acidentes na infância. Brinquedo terapêutico. Abordagem da criança e família em todas as situações, sadia, doente e até hospitalizada. Procedimentos pediátricos clínicos e cirúrgicos, dos mais simples até os mais especializados.   Doenças mais comuns na infância.

Enfermagem em Centro Cirúrgico e Central de Esterilização

Conceitos de planejamento físico, localização, classificação dos tratamentos cirúrgicos e potenciais de contaminação. Sistematização da assistência de enfermagem perioperatória. Planejamento dos recursos humanos e materiais do Centro Cirúrgico e Central de Material e Esterilização. Tipos de esterilização, embalagens indicadas, processos de armazenamento e controle.

Enfermagem na Saúde do Adulto

Sistematização da assistência de enfermagem a pacientes clínicos e cirúrgicos nas afecções respiratórias, gastrintestinais, cardiovasculares, genito-urinárias, locomotoras, neurológicas, infecciosas e oncológicas. Integra conceitos de saúde, doença, causas gerais a doença e plano individualizado de assistência. Introduz o estudo do homem adulto doente e institucionalizado, enfocando a assistência de enfermagem baseada em sinais e sintomas evidenciados.

Enfermagem Psiquiátrica

Introdução à Enfermagem Psiquiátrica. História e Evolução de Hospitais Psiquiátricos. Métodos de observação e exame. Terapêutica Psiquiátrica. Relacionamento profissional enfermeiro – paciente em unidade psiquiátrica. Sistematização da assistência de Enfermagem aos pacientes com problemas advindos das principais doenças psiquiátricas. Sistematização da assistência de Enfermagem ao doente mental institucionalizado.

Enfermagem na Saúde do Idoso 

Assistência de enfermagem sistematizada ao paciente idoso e envelhescente. Assistência de enfermagem ao idoso nas diversas instâncias de atendimento e a seus familiares e/ou cuidadores. Fisiologia geral do idoso. Doenças e distúrbios peculiares ao idoso. Métodos e ações de enfermagem na atenção primária, secundária e terciária. Prevenção de acidentes e adaptações para a melhor qualidade de vida do idoso.

Enfermagem Materno-infantil

Características do ciclo gravídico puerperal e do recém nascido (RN). Especificidades e  fatores associados ao seu desenvolvimento do RN como a idade gestacional e peso ao nascer. Principais afecções que podem acometer o RN. Planejamento da assistência qualificada à gestante, puérpera e neonato. Promoção, prevenção e recuperação da saúde da mãe e bebê. Cuidado humanizado e sistematização da assistência de enfermagem ao binômio mãe/filho.

Enfermagem em Cuidados Críticos

Sistematização da assistência de enfermagem ao paciente crítico com afecções neurológicas, respiratórias, hemodinâmicas, metabólicas e renais. Integra conceitos básicos, aspectos organizacionais e administrativos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e implicações ético-legais. Introduz o estudo do adulto institucionalizado, enfocando a assistência de enfermagem baseada em sinais e sintomas evidenciados e desenvolvendo o interesse pela pesquisa científica. Enfatiza a humanização na UTI, considerando o paciente crítico, família e equipe multidisciplinar.

Enfermagem em Emergências

Sistematização da assistência de enfermagem a pacientes em situações críticas de urgência/emergência, com acometimentos respiratórios, abdominais, cardiovasculares, neurológicos, metabólicos e locomotores. Integra conceitos básicos, aspectos organizacionais e administrativos da Unidade de Pronto Atendimento/Pronto Socorro e do Atendimento Pré-hospitalar, implicações ético-legais e planos de assistência individualizada ao paciente/vítima. Introduz o estudo do adulto institucionalizado, enfocando a assistência de enfermagem baseada em sinais e sintomas evidenciados. Enfatiza e desenvolve o interesse pela pesquisa científica.

Exames Complementares

Conceitos básicos, práticos e aplicados de exames diagnósticos complementares nas diversas áreas de atuação de enfermagem, no ambiente hospitalar e ambulatorial.

Estudos Metodológicos

Conceitos teóricos e metodológicos para elaborar projetos de investigação científica. Etapas do trabalho científico, desde a intenção investigativa à definição do tema, pergunta de partida, pesquisa bibliográfica sistematizada, problematização, justificativa e elaboração do quadro de referencial teórico, seus objetivos, metodologia.

 

 

4º ANO

DISCIPLINA

EMENTA

Administração dos Serviços de Enfermagem

Gerenciamento de unidades de assistência à saúde, hospitalar e ambulatorial. Estrutura organizacional de unidades de saúde e políticas administrativas. Liderança. Ergonomia.  Processos de trabalho da equipe de Enfermagem. Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) como subsídio para o gerenciamento do cuidado.

Estudos Metodológicos Avançados -TCC

Conceitos teóricos e metodológicos avançados para a finalização da produção científica acadêmica (TCC). Relatório final da pesquisa com os resultados, discussão e conclusão. Divulgação científica.

Gestão econômica e empreendedorismo

Modelos econômicos, considerando a era da inovação empreendedora.  Reconhecimento do empreendedorismo como combustível para o crescimento econômico, criador de empregos e fonte de prosperidade. Ações empreendedoras eficazes que visam à antecipação dos fatos de modo a obter uma visão futura de uma organização. Gerenciamento de riscos, usando o capital intelectual e de criatividade a fim de contribuir para a melhoria da vida das pessoas.

Estágio supervisionado de Administração

Estratégias gerenciais para a viabilização do Processo de Trabalho em equipe, por meio do gerenciamento do ambiente e resultando na administração do cuidado ao paciente. Gerenciamento da assistência relacionada aos recursos necessários à sua execução e suas formas de aplicação na prática.

Estágio supervisionado – Atenção básica e Atenção hospitalar

O estágio supervisionado desenvolve atividades que envolvem processos de avaliação e tomadas de decisão sobre a assistência de enfermagem executada pelo enfermeiro e pela equipe de trabalho, além de favorecer o inter-relacionamento com os demais profissionais de saúde; proporcionando ao aluno oportunidades na responsabilidade pelos cuidados de saúde do cliente, família e comunidade. Desenvolve, além do planejamento das ações diante das necessidades dos clientes e aos contextos de sua prática, capacidade de gerenciamento de conflitos, negociação e planejamento de mudanças que atendam à organização de saúde que o emprega e de uma postura investigativa e problematizadora da realidade dos SUS. O estágio curricular deve ser um elemento integrador, proporcionando condições para que o aluno amplie e utilize suas habilidades e conhecimentos desenvolvidos no curso, a fim de desempenhar funções e atender aos desafios da realidade dos serviços de saúde. 

Optativa: Pesquisas qualitativas

Modalidades de pesquisa voltadas para o entendimento dos fenômenos humanos, por meio de visão detalhada, subjetiva, complexa e holística dos mesmos. Observa e enfatiza a linguagem e a percepção subjetiva dos dados e dos sujeitos, utilizando a fenomenologia e a análise de conteúdo, entre outras metodologias científicas.

Optativa: Pesquisas quantitativas

Metodologia quantitativa a qual pressupõe o estudo de um fenômeno por meio da observação do sujeito e das variáveis comparáveis entre si. Método positivista com a possibilidade de estabelecer relações causais entre os fenômenos. Recursos tecnólogicos para o processamento das variáveis coletadas e de técnicas estatísticas para compreensão do objeto do estudo.

 

 

1º ANO ao 4º ANO

DISCIPLINA

EMENTA

Optativa Livre: Libras

Reflete questões de acessibilidade e apresentar o vocabulário técnico desenvolvendo comunicação básica em Libras. Discute sobre métodos de abordagem em situações de assistência na área da saúde, de modo a favorecer a interação com o paciente durante o atendimento terapêutico, enfatizando habilidades sociolingüísticas discursivas.

Optativa livre: Humanização na área da Saúde

O intenso desenvolvimento dos conhecimentos científicos e tecnológicos nos séculos XX e XXI despertou acentuado interesse dos profissionais da área da saúde na utilização desses recursos do cuidar, prevenir, diagnosticar e tratar as doenças e suas sequelas. No entanto, reduziu profundamente o sentido de humanização, sobretudo na sensibilidade do atendimento dos enfermos e suas famílias. Neste sentido, reações não apenas dos doentes e seus familiares, mas também da sociedade e profissionais, procuram resgatar a sensibilidade mantendo todo o avanço dos conhecimentos científicos.

 

Enfermagem
 Duração: 4 anos
 Carga Horária: 4.800 Horas/Aula
 Turno: Matutino
 Mensalidade 2017:                R$ 1171,31