Atendimento
(11) 4993-5400
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Últimas Notícias

article thumbnailPráticas aliviam dores e sintomas causados por quimioterapias e harmonizam aspecto físico e emocional   Desde outubro, o Ambulatório de Oncologia Pediátrica da Faculdade de Medicina do ABC, em Santo...
Medicina ABC e FUNCRAF firmam convênio para atendimento de pacientes com deformidades craniofaciais
 
Desde o início de outubro, médicos residentes da disciplina de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina do ABC atendem semanalmente a pacientes com deformidades craniofaciais na Fundação para o Estudo e Tratamento das Deformidades Craniofaciais (FUNCRAF), localizada na Vila Euclides, em São Bernardo do Campo. A Comissão de Residência Médica (COREME) da faculdade assinou convênio com a instituição no fim de setembro.
 
O objetivo da parceria é ampliar a área de ensino dos médicos residentes em cirurgia plástica, bem como beneficiar pacientes portadores de fissura labiopalatina que necessitam de tratamento cirúrgico. A fissura labiopalatina constitui-se na anomalia congênita mais frequente do segmento craniofacial, podendo acometer estruturas anatômicas desde a base do nariz até o palato mole (céu da boca), passando pelo lábio superior e gengiva. Funcionalmente, estas alterações anatômicas podem causar problemas de alimentação, fala, audição e infecção recorrente nos ouvidos.
 
Os médicos residentes atendem no local às segundas-feiras, das 8h às 12h, sempre com supervisão do professor assistente da disciplina de Cirurgia Plástica da FMABC, Dr. Maurício Yoshida.
 
“Essa experiência tem agregado muito valor ao ensino e ao serviço prestado. A principal vantagem é oferecer ao residente e ao paciente, além do enfoque técnico do cirurgião, todo o acompanhamento multidisciplinar. A FUNCRAF dispõe de profissionais especializados como otorrinolaringologistas, pediatras, ortodontistas, odontopediatras, fonoaudiólogos, psicólogos, entre outros. Desta forma, oferecemos o atendimento global ao paciente fissurado”, explica Dr. Maurício.
 
O serviço especializado destinado a esses pacientes, inclusive, obedece a normativas técnicas brasileiras relacionadas à prática de ensino dos médicos residentes. “O atendimento ao paciente portador de fissura labiopalatina ou outra deformidade craniofacial é uma exigência da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica na formação do residente”, completa Dr. Gerson Vilhena, professor titular de Cirurgia Plástica da FMABC.
 
FUNCRAF-SBC
Entidade filantrópica conveniada à Prefeitura de São Bernardo do Campo, a FUNCRAF já atendeu desde 1997 cerca de 5.100 pacientes do Grande ABC e Capital. O local disponibiliza apenas acompanhamento ambulatorial. As cirurgias são realizadas às quintas-feiras no Hospital de Clínicas Municipal (HC), no bairro Alvarenga, também mediante acordo firmado recentemente. As outras unidades da instituição estão situadas em Itapetininga, no interior de São Paulo, e em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul.
 
“Era um desejo antigo firmarmos parceria com a FMABC. Antes, nossos pacientes eram encaminhados para cirurgias na cidade de Bauru, no Interior de São Paulo. Agora, podemos oferecer assistência e cuidado integral no mesmo local. Além disso, deu novo estímulo à nossa equipe. É um início promissor”, disse a coordenadora administrativa da entidade, Andrea Piccoli.
 
Além do HC de São Bernardo do Campo, os médicos residentes da disciplina de Cirurgia Plástica da FMABC possuem atividades em outros serviços de Saúde do Grande ABC, como no Centro Hospitalar Municipal de Santo André, Faculdade de Medicina do ABC, Hospital Geral de São Mateus e Hospital Estadual Mário Covas. Os residentes lidam com temas como tratamento de queimaduras, reconstrução mamária, cirurgia de contorno corporal, oncologia cutânea, microcirurgia e tratamento de feridas complexas, além da cirurgia plástica geral.