Portaria 1: Av. Príncipe de Gales, 821,
Portaria 2: Av. Lauro Gomes, 2000

(11) 4993-5400
fmabc@fmabc.br

O Centro Universitário Saúde ABC nasceu como Faculdade de Medicina do ABC, autorizada a funcionar pelo Decreto Federal N.64.062, de 05 de fevereiro de 1969 e reconhecida pelo Decreto Federal N.76.850, de 17 de dezembro de 1975, publicado no Diário Oficial da União em 18 de dezembro de 1975, em Santo André, Estado de São Paulo.
A instituição é mantida pela Fundação do ABC, caracterizada como pessoa jurídica de direito privado, qualificada como Organização Social de Saúde e entidade filantrópica de assistência social, saúde e educação, a Fundação do ABC foi criada em 1967 com intuito de viabilizar uma faculdade de medicina no Grande ABC. Foi instituída como fundação sem fins lucrativos pelos três municípios do ABC Paulista – Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. É declarada instituição de Utilidade Pública nos âmbitos federal e estadual e na cidade-sede de Santo André através do registro CMC nº 132.124-1 (PMSA). Em 2007 foi reconhecida como Entidade Benemérita pelas Câmaras de Vereadores de São Bernardo e São Caetano e, em 2009, pela Câmara de Santo André.
A partir de sua criação, a Faculdade de Medicina do ABC cresceu e conquistou espaço entre as melhores instituições de ensino do estado, investindo em infraestrutura, na qualificação do seu corpo docente e em recursos técnicos e laboratoriais objetivando uma formação exemplar e a produção de pesquisas.
Os novos preceitos constitucionais que estabelecem a universalização e o direito de acesso à atenção integral à saúde têm colocado a instituição como parceira privilegiada para suprir as lacunas em termos de assistência e assessoria técnica na organização dos modelos de saúde.
Nesse sentido, estabelece um projeto de integração com os recursos públicos de saúde da região, o que propicia um amplo campo de atuação e estágio para seus alunos: Centro Hospitalar de Santo André, Hospital Estadual Mário Covas e Centro de Saúde Escola, em Santo André, Hospital de Ensino Padre Anchieta, Hospital Municipal Universitário de São Bernardo do Campo, Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher, em São Bernardo do Campo, Hospital Marcia Braido e Maria Braido, em São Caetano do Sul, e o Ambulatório de Especialidades da Faculdade de Medicina do ABC, no próprio “campus”.
Esta integração tem formalizado a vocação regional da Faculdade e o seu potencial em colaborar com o desenvolvimento de programas e projetos no campo da saúde e assistência médica da Região do Grande ABC.
Com todo o progresso da FMABC, hoje são oferecidos nove cursos de Graduação – Medicina, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Fisioterapia, Terapia Ocupacional,, Gestão Hospitalar, Gestão em Saúde Ambiental e Radiologia – além do curso de Psicologia, com o início previsto para 2020. Na pós-graduação, além do stricto sensu, são mais de 33 cursos de especialização (lato sensu). A produção científica e o destaque da área de Pesquisa Clínica favoreceram, juntamente com a área acadêmica, a conquista de status de Centro Universitário, em 2018.
Há pouco mais de um ano, a então Faculdade de Medicina do ABC, hoje Centro Universitário Saúde ABC, passa por importantes estudos e novas ações para viabilizar sua missão acadêmica, de assistência, pesquisa, extensão e gestão. Além de melhorias estruturais, a instituição conta, hoje, com diversas novidades na área administrativa, validando a proposta de uma gestão profissional instituída pelo reitor David Everson Uip, empossado no começo de 2018.
Durante os últimos meses, a FMABC recebeu novos banheiros para uso dos pacientes nos anexos 2 e 3, onde estão concentrados os ambulatórios de especialidades médicas, e um sanitário adaptado, acessível, no anexo 2.
As instalações de segurança passaram por auditoria, observando e analisando o sistema de descarga elétrica, além da água e da energia elétrica, objetivando prevenir contra possíveis danos, agravos e deterioração precoce.
A contratação de um engenheiro elétrico, para uma assessoria detalhada e identificação de fragilidades, foi fundamental para orientação sobre a adequação das instalações de incêndio e descarga elétrica, minimizando riscos de acidentes.
A manutenção predial teve sua rotina estabelecida por reuniões semanais para levantamento e acompanhamento de trabalho e pendências.
Um movimento conjunto, envolvendo gestores e funcionários, garantiu uma organização do arquivo inativo da instituição, um trabalho cansativo, mas que gerou um resultado surpreendente.
A confecção de uma tabela de temporalidade, instrumento importante que define o tempo e a guarda de todos os documentos institucionais, passa a integrar as ações de planejamento e organização da FMABC.
O Plano de Contingência Institucional, elaborado e divulgado pela atual gestão, orienta ações imediatas para atuação em situações que fogem à rotina, como controle de pragas, falta de água, uso de equipamentos, falta de insumos hospitalares, problemas com elevadores, acidentes de trabalho etc.
A elaboração de um estudo preliminar para desenvolvimento e implantação do Plano Diretor da instituição recebeu a aprovação do reitor para instituir um novo conceito de gestão técnica, observando os requisitos legais, as normas técnicas vigentes, a legislação, identificando possíveis falhas que possam comprometer a segurança de toda a comunidade acadêmica.
Comissões obrigatórias, trabalhando com planos de ação específicos, foram instituídas nas seguintes áreas: infecção hospitalar, prontuário, humanização, padronização de materiais e apoio à comissão de gerenciamento de resíduos, que já existia.
Foram implantadas, também, reuniões de planejamento setorial, com o intuito de organizar as equipes para elaboração de um plano estratégico institucional. A ideia é desenvolver uma rotina de trabalho baseada em planejamento.
Todos os processos e fluxos assistenciais passaram por minuciosa revisão e os ajustes necessários foram executados.
No ambulatório de especialidades, a área comercial foi organizada para ampliar o atendimento de saúde suplementar e os contratos, prevendo um maior número de atendimentos e novas parcerias para prestação de serviços assistenciais.
Itens de manutenção geral foram revistos e substituídos, de acordo com a necessidade, como calhas, interruptores, tomadas, fios etc. Agora, todas as sextas-feiras há uma inspeção envolvendo a equipe da segurança do trabalho e da sustentabilidade, atentando às instalações que oferecem riscos às pessoas ou não estão adequadas às normas técnicas, demandando planos de ação.

Missão
A missão institucional do Centro Universitário Saúde ABC é promover ensino, pesquisa, assistência e extensão comunitária na área da saúde, de modo a constituir-se num centro de excelência na área da saúde, reconhecido nacional e internacionalmente.

Para cumprir sua missão, o Centro Universitário Saúde ABC considera os seguintes valores:

►Ética
►Compromisso com o saber
►Responsabilidade Social
►Respeito aos princípios do SUS
►Sustentabilidade Ambiental
►Equilíbrio econômico e financeiro

Para tornar efetiva sua missão, o Centro Universitário Saúde ABC viabiliza as seguintes ações:
- Ministrar ensino superior para formação de profissionais da área da saúde.
- Promover a pesquisa, estimulando trabalhos que enriqueçam o acervo de conhecimentos e técnicas nos setores por ela abrangidos;
- Estender serviços à comunidade, sob as mais diferentes formas e em colaboração com instituições de caráter público e privado;
- Manter intercâmbio com instituições do país e do exterior, visando à atualização e ao aperfeiçoamento da metodologia do ensino, da pesquisa e da aplicação de conhecimento especializado;
- Oferecer Residência Médica e Multiprofissional e em várias especialidades;
- Manter programas de Pós-graduação lato sensu e stricto sensu.

Buscando sempre refletir sobre fazer o que é possível, dentro das condições físicas, ambientais, de recursos humanos e de recursos financeiros para a formação de cidadãos humanos, críticos e éticos no exercício da profissão, o Centro Universitário Saúde ABC é uma instituição que busca a excelência no ensino, na pesquisa e na assistência.

Objetivos
Promover a pesquisa e estimular trabalhos que enriqueçam o acervo de conhecimentos e técnicas nos setores por ela abrangidos;
Estender serviços à comunidade, sob as mais diferentes formas e em colaboração com instituições de caráter público e privado;
Manter intercâmbio com instituições congêneres do País e do Exterior, visando à atualização e o aperfeiçoamento da metodologia do ensino, da pesquisa e do conhecimento especializado;
Oferecer programas de pós-graduação lato sensu, incluindo-se a Residência Médica, conforme demanda por recursos humanos especializados na região;
Propiciar a formação de mestres em Ciências da Saúde;

Instalações
A Faculdade de Medicina do ABC desenvolve suas atividades em vários prédios no “campus”, com a seguinte infraestrutura: 25 laboratórios, quatro auditórios, 25 salas de aulas, com modernos equipamentos de audiovisual, institutos de Morfologia, Técnica-Cirúrgica e Cirurgia Experimental (Biotério), além de um Ambulatório de Especialidades, com mais de 100 mil atendimentos/ano, Centro de Pesquisas Multicientíficas, CADIP (Centro de Aprendizagem, Documentação, Informação e Pesquisa “João Metanios Hallack”, Programa de Extensão à Comunidade e diversos serviços médicos especializados.

Categoria: